Páginas

domingo, 19 de janeiro de 2014

19/01/2014 - São João do Itaperiú - SC

Mesmo com o sol escaldante desse domingo resolvi sair de casa e dar umas pedaladas. As 15:00 hs eu estava na rodovia do arroz em direção a Guaramirim.


O céu estava com poucas nuvens e os rios da região lotados.



Não demorou muito para a minha roupa ficar encharcada e minha água ficar quente. No acostamento, uma ferramenta esquecida por algum viajante.


Em Guaramirim o vento lateral quebrou um pouco o ritmo, nada de mais, logo já estava chegando na BR-280.



Passando por Jaraguá do Sul deu vontade de subir o Morro da Boa Vista e apreciar a paisagem de lá, mas hoje o objetivo é outro.


Continuei pela rodovia do arroz até Massaranduba onde fiz a primeira parada no Posto Zandoná e abasteci as garrafas com água gelada e gratuita.


Saí da SC-108 e segui pela SC-415 rumo á São João do Itaperiú. A paisagem não mudou muito se caracterizando por longas plantações de arroz nas baixadas e bananeiras nos morros.





Fiz algumas paradas rápidas em igrejas próximas do caminho para fugir um pouco do sol.




Continuei minha pedalada e o vento contra foi ficando cada vez mais forte. Passei batido pela cidade de São João do Itaperiú sem me dar conta do tamanho da mesma. Apenas alguns comércios a beira da estrada e uma igreja um pouco retirada. Como eu já estava muito cansado e tentando fugir do sol não parei e logo já estava saindo na BR-101. Na Auto Pista Litoral Sul de Araquari fiz mais uma parada para um lanche e enchi as garrafinhas com água gelada na faixa.



O trânsito estava intenso e o vento não atrapalhava mais tanto, mas o sol não dava trégua. No Posto Maiochi mais uma paradinha para pegar água, grátis claro.



Continuei o pedal pela BR-101 e apreciando o pôr do sol.


Antes de pegar o caminho de casa, uma foto no cartão postal da cidade.


E assim foram 125 km de pedal para fazer um treino e conhecer novas estradas e cidades.


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

09/01/2014 - Garuva - SC

Depois de muito tempo parado e de um tombo feio no final do ano passado, voltei aos pedais. Combinei com o Maneca de fazermos um pedal na quarta, mas devido a muita chuva foi cancelado. Então no final da tarde dessa quinta-feira ele me ligou e confirmei nossa pedalada.


Fiquei aguardando na BR-101 e não demorou muito para eu ouvir seus apitos. Para completar a pedalada o Cabelo também veio.

Cadê o uniforme Maneca?
Pensei que o pedal seria light, que iríamos colocar o papo em dia, fazer programações, traçar objetivos e tudo mais. Mas logo percebi que o ritmo seria intenso já que o Cabelo veio de speed e estava afim de "quebrar o pedivela". O Maneca como sempre conseguiu acompanhá-lo e eu também.......por dois quilômetros. Logo fiquei para trás e eles se mandaram, não consegui acompanhar o ritmo frenético, afinal treino é treino, se eu quisesse colocar o papo em dia era só ficar no "Face" não é?


Continuei o pedal no meu limite. Encontrei alguns ciclistas da região treinando também nesse trajeto. Cheguei no local que tínhamos combinado, o ponto "G", mas não havia ninguém lá, nem no posto de combustível. Imaginei que eles poderiam ter ido até o pedágio, mas como eu já estava me arrastando resolvi fazer o que estava proposto anteriormente.


Fiz o retorno e voltei, o ritmo subiu um pouco, talvez pela presença de um leve vento á favor. Foi um treino bom, mantive a média acima dos 28 km/h mas não foi o bastante para acompanhar meus parceiros. Mesmo assim cheguei em casa cedo. Depois de tanto tempo parado e longe dos amigos não esperava fazer um pedal solo, mas é o que tinha para hoje, amanhã é outro dia. Abraços.