Páginas

sábado, 23 de abril de 2016

23/04/2016 - Piên - PR

Bem que eu tentei me escapar dessa aventura. Inicialmente recebi o convite do Cassiba para participar desse pedal que seria realizado na sexta feira, mas eu não poderia ir nessa data então desejei boa viagem aos amigos. Mas ele entrou em contato novamente perguntando se o evento fosse transferido para o sábado. Daí a coisa já muda e eu não tive como dizer não e topei a parada. Deixei a mountain bike pronta e o restante das coisas preparadas um dia anterior e no sábado ás 4:00 hs da manhã nos encontramos na Expoville com previsão de pancadas de chuvas isoladas.


Fiquei surpreso quando vi o Maneca de speed, pois na minha cabeça essas travessias pelo planalto entre Paraná e Santa Catarina sempre tem trechos longos de estrada de chão e como eu não perguntei nada, também ninguém me falou nada. Não demorou muito e chegou o Cassiba com sua MTB e pneu 1.0. Percebi que o bagulho ia ser puxado.



Saímos pela BR-101 em direção ao Paraná. A temperatura era amena e o asfalto ainda estava molhado. Fizemos uma parada na Auto Pista Litoral Sul para tomar um café antes de subir a serra.



Lua



Pegamos a estrada novamente e no início da serra o dia começou a amanhecer. Fiquei um pouco para trás tentando me poupar nesse início de passeio.

Aqui não tem acostamento. É ombro a ombro com os caminhões


Encontrei os dois na cachoeira da santa. Repomos água e as energias para continuar, ainda tem muita subida pela frente.



Enquanto isso o sol já iluminava o topo do Morro dos Perdidos.

Morro dos Perdidos

Todo mundo já estava com fome e até agora foram consumidas apenas barrinhas e carboidratos em gel. O buffet livre seria servido no alto da serra onde chamamos de cabana e fica atrás do antigo posto da PRF.


Com o sol no lombo chegamos na tal cabana.


Big Mac
Depois de alimentar o corpo era hora de alimentar a mente e não deixar abalado o psicológico devido ao sobe e desse do alto da serra.





O céu foi ficando cada vez mais azul e as nuvens cada vez mais raras. Fizemos mais uma paradinha na ponte sobre a represa Vossoroca.




Nosso próximo passo era achar a entrada para o centro de Tijucas do Sul, é claro que eu já vim prevenido com meu GPS pois sabia que meus guias iam ficar em dúvida na hora de pegar um desvio.


Assim que achamos a entrada furou o pneu da bike do Cassiba e fizemos a troca.




Eu e o Maneca ajudando o Cassiba


Assim que entramos na rodovia percebemos que acostamento é luxo, por sorte não tinha tanto movimento e a paisagem era belíssima.










Fizemos uma parada num posto para o Cassiba calibrar os pneus.

O Homem Aranha estava meio desanimado


Ás 9:30 hs chegamos em Tijucas do Sul. Só pegamos uma água e tocamos o bonde, lanche agora só em Piên.




O ritmo era bom e o calor era demais, mesmo assim estava rendendo o pedal com algumas subidas mas acho que tinham mais descidas.







Nanico imitando alguém que eu conheço



Chegamos em Agudos do Sul. Aqui também é jogo rápido. Algumas fotos, pegar água e suplementação rápida. Bota a bunda no selim e pedala.






Agora era possível sentir o bafo úmido que saía das roupas e da sapatilha. Em baixo desse sol isso tudo começa a cozinhar.






Ás 11:20 hs chegamos em Pien. Uma cidadezinha de origem portuguesa com aproximadamente 12 mil habitantes. Entramos na cidade e fomos procurar um lugar para fazer nosso "almoço".





Logo na entrada havia um distribuidora de bebidas e ficamos por ali mesmo. O Maneca estava em contato com o Flavio para passar a nossa posição, pois ele queria vir ao nosso encontro.





Mais um "Big Mac" pra dentro e alguns suplementos acompanhados por uma Coca-Cola bem gelada foram o suficientes para reativarem os músculos. Conseguimos sair antes do meio-dia e seguir sentido São Bento do Sul. Poucos quilômetros depois encontramos o Flavio. Isso nos deu um ânimo e a certeza de que estávamos perto de casa.


Percebemos logo quando atravessamos a fronteira dos estados, pois a rodovia do lado de Santa Catarina é um lixo, estão tentando arrumar agora mas ainda não passa de uma vergonha de rodovia. Até fiquei menos incomodado por eu estar de MTB.


Aqui não tem água.
Assim que acessamos a rodovia SC-301 paramos em um posto para comprar água e fugir um pouco do sol.



Depois de hidratados retomamos a diversão na montanha russa do planalto catarinense.



Paradinha rápida em Campo Alegre. Já era 13:40 hs.



Toca o bonde que tem mais sobe e desce.






Na "corrida" de quem chega primeiro o Maneca e o Cassiba dispararam na frente, o Flavio precisou fazer uma parada rápida e eu continuei de boa esperando o Flavio se recuperar. Logo ele já estava conectado novamente. Eu também precisava fazer uma parada para me alimentar e resolvemos fazer isso no mirante da serra. Logo depois chegaram o Maneca e o Cassiba que tinham parado antes de descer a serra.



Descemos a serra e precisamos fazer algumas ultrapassagens de caminhões, depois disso a pista era só nossa o que proporcionou vários "peguinhas"a 60 km/h. Assim que chegamos no Rio da Prata a diversão acabou pois furou o pneu da bike do Flavio, por sorte ele fez uma troca rápida.



Tudo o que a gente queria agora era chegar em casa, por isso mesmo com o cansaço o ritmo não caia muito.


Chegamos na BR-101, hora de fazer as despedidas para o Flavio e o Cassiba que iriam para a região norte de Joinville.



Eu e o Maneca seguimos pela BR-101.


No trevo que dá acesso ao Vila Nova me despedi do Maneca para percorrer meus últimos 5 km solo até em casa.


Faltando uns 2 km para chegar em casa ouço um barulho vindo do pneu traseiro. Parei para ver o que era e identifiquei um maldito prego. Arrisquei tirá-lo dai para ver o que acontecia. Por sorte a câmara não furou e a fita antifuro fez o papel dela. Caso o pneu esvaziasse ali eu juro que ia empurrando a bike até em casa.


Cheguei em casa ás 16:15 hs com 223 km rodados. Assim foi mais um dia sobre duas rodas, de conhecer lugares novos na companhia de amigos que gostam de sofrer e superar desafios. Muito obrigado ao Cassiba pelo convite, ao Maneca pela companhia e ao Flavio, nosso "biker resgate". Abraços e até a próxima.

Confira minha pedalada no Garmin:

Confira minha pedalada no Strava: