Páginas

domingo, 22 de fevereiro de 2015

22/02/2015 - Treino de Corrida 21K

Visando a meia maratona de Joinville, eu precisava fazer um treino para analisar minha resistência quanto a essa prova. Vários amigos também iam fazer esse treino mas em horários e trajetos diferentes. Na noite anterior eu levei o carro até na casa da minha tia no Espinheiros e voltei para casa pedalando. Agora eu só precisava ir correndo do Vila Nova até lá. O trajeto não dava bem os 21 K por isso precisava fazer uns caminhos alternativos para aumentar a quilometragem. Saí de casa ás 6:30 hs da manhã. O dia estava perfeito para uma corrida, nublado e sem movimento no trânsito.



Quando eu estava chegando na BR-101 o sol queria aparecer.


Não demorou muito para a minha roupa ficar encharcada de suor.



Eu tentava manter sempre o mesmo ritmo e em vez de eu trazer uma garrafinha com água na mão, resolvi carregar uma máquina fotográfica, não foi uma boa troca pois quando cheguei no centro da cidade já estava com muita sede.





Sorriso para a foto.

Pode voltar ao normal.
Entrei na avenida Getúlio Vargas e peguei uma rua lateral dessas para chegar na avenida Procópio Gomes e passar em frente ao mercado público municipal.



Rio Cachoeira.
A sede aumentava ainda mais e acho que isso fez meu ritmo cair um pouco. Na rua Aubé eu ia procurando alguma torneira próximo aos comércios e residências mas decidi esquecer isso e focar na corrida.


Passei por toda a rua Albano Schmidt e entrei na rua Prefeito Baltazar Buschle que vai até o final do Espinheiros. No trajeto encontrei amigos e conhecidos das corridas como o Délcio e o Deni também fazendo o treino. Quem também me acompanhou um pouco de bike foi o Rogério, corredor da Tigre.




Eita retão sem fim, as pernas já estavam no limite. Passei pelo barco Príncipe e logo já estava na casa da minha tia. Só chamei e não consegui nem abrir o portão, sentei na calçada ali mesmo para descansar um pouco.



Entrei e sentei mais um pouco enquanto a Poita e a Polenta ficavam me lambendo e querendo atenção.


Faltou alguns metros no meu trajeto e fiz 20,8 km correndo em 1:47:08 hs e uns 300 metros de caminhada para fechar os 21 K do meu arquivo GPS.


Depois do descanso tomei um banho e a tia já tinha preparado um banquete para repor as energias.

Assim vou ter que fazer esses treinos mais vezes.
Depois fui dar uma volta no trapiche para relaxar um pouco as pernas.


Tentando fugir da foto.







Assim foi mais um dia de treino, além de rever os amigos treinando ainda fiz uma visita para a minha tia Judite e a prima Karol. Muito obrigado tia e prima pelo carinho e atenção. Um beijão para vocês.


Confira minha corrida no Garmin:

Confira minha corrida no Strava:

sábado, 21 de fevereiro de 2015

21/02/2015 - Circuito Piraí

Fico até envergonhado em dizer que esse trajeto fica praticamento no quintal de casa e já fazia alguns anos que eu não subia a serrinha Alpina. Pois bem, pretendo participar do Circuito Catarinense de Mountain Bike na próxima semana, que vai passar por várias estradas dessa região. Então resolvi fazer um treininho pelo menos para reconhecer parte do trajeto. Saí no início da tarde e parecia que ia chover.


Comecei pela Estrada do Atalho e logo em seguida Estrada Piraí. Na Estrada dos Morros me confundi e já ia indo para o lado contrário, calma, hoje não é dia de subir o Pico Jurapê. Voltei e continuei o meu treino sempre tentando dar uma forçadinha mas as pernas não estavam obedecendo.



Cheguei na Estrada Comprida e na Estrada do Salto I segui em direção a serrinha Alpina. Eu já tinha esquecido como ela engana a gente. Durante a subida tem dois pontos de "descanso" mas logo a subida continua, sendo o final a parte mais íngreme.



Depois vem a descida cheia de pedras soltas. Continuei pela Estrada do Salto II onde tem mais uma subida e uma descida muito louca. O tempo começou a ficar quente e abafado.



Fiz o retorno pela Estrada Blumenau e queria dar mais uma volta subindo a serrinha. Entrei na Estrada Comprida novamente e encontrei o Gerson, mais conhecido como Canjica, com um amigo fazendo treinos também. Conversei com eles um pouco e segui pelo caminho que eu havia traçado antes. Eles entraram na trilha da arrozeira que é o trajeto oficial da competição.



Estava quase chegando na serrinha quando abriu o sol, poxa e eu pensando que ia chover. Precisei fazer uma parada para reapertar os para-lamas.



Feito isso comecei a subida, agora um pouco melhor do que antes. No final da descida peguei a esquerda e voltei pela Estrada Blumenau agora até em casa.


O tempo continuava indeciso, enquanto o sol iluminava os morros, um pouco antes a chuva molhava tudo.


Cheguei em casa bem a tempo, antes da chuva. Não fiquei muito contente com o meu treino hoje pois sei que poderia fazer um pouco melhor. Eu estava me sentindo muito cansado e com fraqueza nas pernas. Mas é como dizem: "é melhor um dia de treino ruim do que um dia sem treino".


A noite fui até a casa da minha tia Judite e da minha prima Karol para levar o carro lá. Pois amanhã pretendo fazer um treino de corrida e foi o jeito que achei para correr parte do trajeto da meia maratona de Joinville. A Capivara ficou lá e voltei até o Vila Nova de bike.




Abraços e nos vemos no treino de amanhã.

Confira minha pedalada no Garmin:

Confira minha pedalada no Strava: