Páginas

sábado, 31 de agosto de 2013

31/08/2013 - 1ª Corrida MC Dia Feliz

Esse foi o mês das corridas. Depois de duas corridas na semana passada, resolvi fazer mais uma hoje para encerrar o mês correndo. O evento realizado pelo MCDonald´s fazia parte do MC Dia Feliz, onde o lucro com a venda do lanche é revertida para instituições de caridade. O evento estava bem organizado, inclusive com cronometragem através de chip. Para variar estava uma garoa fina e fazia muito frio (a exemplo de todas as corridas que participei nesse mês).


Aos poucos fui encontrando o pessoal que já são figurinhas sempre presentes nas corridas aqui da região.

Deni (Odenir)
Pri (Priscilla)
Wagner
Usamos a estrutura do Shopping Mueller para trocar de roupas e usar os banheiros. A largada foi na rua lateral, em frente á Cassol. Achei que seria um evento sem muita adesão mas me enganei, 148 atletas resolveram encarar esses 6 Km de corrida nas ruas do centro da cidade. O circuito era meio confuso, mesmo assim estava muito bem sinalizado e tinha orientação dos staff's. Dada a largada saí em um ritmo forte e logo após o primeiro quilômetro tive que diminuir um pouco a velocidade e estabilizar o ritmo.

Foto: Shopping Mueller

Fui ultrapassado por três competidores e tentei acompanhá-los mas não deu. Passamos em frente ao batalhão e depois por ruas com o calçamento detonado e calçadas horríveis, cadê a acessibilidade?

Foto: Shopping Mueller
Passei pelo atleta cadeirante Oliverio e vi ele se esforçando para superar esses desafios e ainda estava com um pneu furado. Logo depois veio uma descida e ele me passou novamente e assim terminamos a prova praticamente juntos. Esse cara é exemplo de superação.

Foto: Shopping Mueller
Foto: Shopping Mueller
O meu tempo foi de 00:22:33 hs, por isso eu estava confiante em conseguir uma colocação na categoria por idade. O troféu era muito bonito e claro que eu queria ter trazido um para casa, mas por 36 segundos não foi possível. Mas o que vale é o rendimento e a superação dos meus próprios limites. Conquistei o 12º lugar no geral masculino e 4º na categoria.


Esse foi mais um final de semana muito bem aproveitado, no próximo mês o foco volta um pouco mais para a bike. Durante a semana posto novas fotos dessa corrida.


Abraço e até a próxima aventura.

Confira minha corrida no Garmin:

Confira minha corrida no Strava:

domingo, 25 de agosto de 2013

25/08/2013 - Desafio do Mirante

Depois de uma corrida no sábado a noite, fui dormir com as pernas um pouco doloridas. Sei que alguns professores ou atletas vão me criticar por isso, mas foi isso que eu fiz: no domingo levantei cedo e o tempo estava frio e caía uma garoa fina. Fui novamente até o fórum de Joinville para mais uma corrida. O desafio dessa vez era correr 4.700 m até o mirante do Boa Vista. Uma hora antes da largada eu já estava lá me preparando.

Foto: Focoradical
Aos poucos fui encontrando o pessoal. O Maneca falou que não vinha mas no fim mudou de ideia. O Cassiba, Deni e Rafinha também estavam.


Começamos a nos aquecer e senti um princípio de caimbras, mas depois do aquecimento passou. A largada foi em frente ao fórum, corremos até a rua Itaiópolis e fizemos o retorno, antes da prefeitura viramos à esquerda, ali começou uma subida muito forte e senti a perna de novo, caminhei um pouco. Depois entramos por uma trilha no meio do mato, estava tudo muito molhado e escorregadio. Chegamos na rua principal que dá acesso ao mirante, ali tive que caminhar novamente, agora faltou fôlego, mesmo assim tentava andar rápido. Vários atletas se sentiram obrigados a fazer o mesmo.

Foto: Corville
Antes de passar pelo pórtico da chegada tinha que subir mais uma morreba, de calçamento, liso igual sabão, era difícil tracionar, muitos atletas escorregaram ali. Mas depois de superar essa subida era só alegria. Cheguei com o tempo de 00:25:48 hs, eram 140 inscritos no geral masculino e eu fiquei em 30º e na categoria de faixa etária fiquei em 6º.


Fui pegar minha medalha, frutas e depois fiquei olhando os meus colegas chegarem. O Maneca tentou repetir a dose do Morro das Antenas, mas dessa vez eu estava mais inspirado e ganhei a nossa competição particular.


A Priscilla, que escreve o blog Diário de Bordo da Pri, chegou ofegante, mas todo o esforço valeu a pena e ela faturou o 2º lugar na geral. Pra quem gosta de corridas e de dar boas risadas sugiro que leiam o blog dela.

Três blogueiros e atletas amadores apaixonados por corridas:
Maneca: http://www.natividadeaventurasjoinville.blogspot.com.br/
Pri: http://www.diariodebordodapri.blogspot.com.br/
Jefo: http://www.atitudejoinville.blogspot.com.br/
Eu fiquei por ali mais um tempo, na esperança de faturar alguma coisa na categoria, mas não deu. Só deu dor na perna e sono. Mesmo assim foi muito bom, vejo que o retorno aos treinos está dando resultando.


Como a prova era só de subida, depois tivemos que voltar a pé até nossas conduções. Descemos em um grupo que tinha atletas de várias empresas e claro que não faltaram as gozações e bons momentos de rizadas.


Assim foi mais um dia de corrida e de reencontrar os amigos. Não cheguei entre os primeiros, mas cheguei lá.


Próxima semana tem mais uma corridinha, até lá.

Confira minha corrida no Garmin:

Confira minha corrida no Strava:

sábado, 24 de agosto de 2013

24/08/2013 - Night Run Joinville

Hoje foi um dia de muita correria. Como eu já sabia que iria ser assim, resolvi levar meus afilhados Victor de 8 anos e Júnior de 16 para me acompanhar nesse dia e quem sabe eles conheçam coisas novas. Pela manhã eu iria trabalhar, tinha que buscar uma carga do outro lado da cidade e levei eles junto. Depois voltamos para casa já passava do meio dia, eles estavam com fome e minha esposa não estava em casa. Comecei um almoço e logo minha esposa chegou para dar continuidade. Almoçamos bem rápido e saímos em direção à Metronorte para pegar o kit atleta da corrida noturna Night Run Joinville.


Depois levei eles para assistir um pouco da prova de ciclismo em Pirabeiraba, válida pelo campeonato catarinense.



O meu afilhado mais novo não estava curtindo muito, apesar da minha insistência em querer mostrar como é legal e emocionante o ciclismo. "Ainda bem que tenho joguinhos no celular" - disse ele. Então como eu não estava agradando fomos ao shopping. Ficamos lá algumas horas depois voltamos para casa para eu preparar os apetrechos para a corrida. Então eu, minha esposa e meus afilhados fomos até o local da prova chegando com uma hora de antecedência e ficamos lá conversando com o pessoal conhecido e tirando fotos.



Quinze minutos antes da largada comecei meu aquecimento. Depois de muito tempo me recuperando de uma gripe eu estava confiante, pois nos treinos da semana vinha baixando meu tempo regularmente. Como dizem: "treino é treino e prova é outra história" resolvi estabelecer uma marca de completar os 10 K em 45 minutos.



Dada a largada mantive um ritmo considerado forte, no primeiro quilômetro vários corredores me ultrapassaram mas eu não me desesperei, sabia que estava em um ritmo bom e pouco a pouco fui ultrapassando eles novamente.


Os primeiros 5 K foram superados com pouca dificuldade em 00:20:14 hs. Pra mim é um ótimo tempo, o problema era manter esse ritmo nos 5 K finais.



Tentei não pensar na corrida, não pensar em chegar no final, tentava enganar o cérebro pensando em outras coisas. No quilômetro final eu não sentia mais as pernas, não sentia mais impacto, apenas parecia que eu carregava dois pesos enormes abaixo do meu quadril. Mesmo assim parecia que eu estava flutuando.

Foto: Focoradical
Tentei dar aquela esticada no final, mas eu já estava no limite e completei a prova muito feliz quando vi no cronômetro o tempo de 00:42:08 hs.

Foto: Focoradical


Entre os 132 masculinos dos 10 K fiquei em 16º e 4º na categoria por idade. Pra mim foi uma vitória, claro que subir no pódio é bom, mas meu objetivo é melhorar a cada corrida e com esse tempo bati meu recorde nos 10 K. Próximo objetivo já está fixado: fazer 10 K em 00:42:07 hs e assim melhorar em cada corrida, se vier um pódio vai ser bem vindo.



Foi uma prova muito bem organizada, sinalizada e com os pontos de hidratação bem divididos. Eu gostei bastante e acho que minha esposa e meus afilhados também gostaram.


Foi um dia muito bom e bem aproveitado, fizemos de tudo um pouco. Amanhã tem Desafio do Mirante, nessa eu vou sozinho, sem apoio. Abraço.

Confira minha corrida no Garmin:

Confira minha corrida no Strava:

domingo, 11 de agosto de 2013

10/08/2013 - Rodovia do Arroz (SC-413 ao contrário)

Nesse final de semana eu estava afim de fazer um pedal mais longo. Mas os meus treinos do meio de semana não foram muito animadores. Sinto que falta alguma coisa, pois depois de pedalar uns 50 km começa a me dar uma fadiga muito forte nos músculos da coxa. Então no sábado pela manhã fui fazer as compras pro dia dos pais e depois ajudar o amigo Mi na casa dele, se sobrasse um tempo ia dar uma pedalada mais tarde. Foi ai que o Maneca me ligou querendo dar uma pedalada ás 15:00 hs, respondi adiando o pedal para as 16:30 hs. Antes de sair de casa caiu uma chuva daquelas, então liguei para o Maneca na esperança de ele cancelar o pedal, mas não foi isso que ouvi. Ele estava decidido e eu resolvi ir junto conforme combinamos. Coloquei no título "ao contrário" porque não estou acostumado a fazer esse trajeto nesse sentido, então é só para diferenciar do sentido que costumo pedalar na rodovia do arroz. Como estava chovendo muito decidi ir por dentro da cidade, cheguei no local combinado com atraso e o Maneca não estava lá. Ele estava me esperando em outro ponto pensando que eu iria pela BR-101. Resolvido o desencontro aproveitamos a trégua da chuva para fazer algumas fotos.



O Maneca estava com o traje de chuva completo, esse é preparado.


Saímos em direção a BR-280, logo no início do pedal tinha obras no acostamento da BR-101 nos obrigando a usar uma das pistas da rodovia, é um trecho um pouco longo e foi tenso. Passamos o trecho de obras e depois foi mais sossegado, puxamos um pouco na BR-101.



Já na BR-280, o ritmo baixou um pouco, escureceu e depois despencou mais chuva. Paramos para um pit-stop rápido antes do trevo de Guaramirim, foi quando o Maneca esqueceu de afivelar o capacete que logo depois caiu sobre a pista.


Ajuntei o capacete e fomos fazer a foto no trevo de Guaramirim.


Maneca conferindo o excelente resultado de suas fotos noturnas.
Entramos na rodovia do arroz e continuamos o nosso pedal. Eu já estava sem luz, então ia só no vácuo do Maneca rsssss. Não demorou muito para eu ouvir barulho de ar escapando, parei e confirmei a minha suspeita de pneu furado. Era um furo pequeno e deu tempo de ir pedalando até um poste que tinha mais a frente.



Fiquei triste porque já furou o pneu novo no segundo pedal, mas gostei muito da bomba nova que pude inaugurar e aprovei. Enquanto eu fazia a troca da câmara e o Maneca me ajudava (tirando fotos), parou um motociclista e perguntou se a gente precisava de ajuda. Agradecemos e falamos que não era necessário pois somos ciclistas muito prevenidos rsss. Ele também nos avisou de um grave acidente que tinha acabado de acontecer logo depois da divisa de municípios. Retomamos o pedal e não demorou muito para várias ambulâncias passarem por nós. Chegamos no local do acidente e vimos dois carros batidos fora da pista. Não paramos e também não perguntamos nada, pois as vítimas já tinham recebido socorro e a polícia já estava no local então continuamos nosso pedal para não atrapalhar. Nesse momento o céu limpou e me despedi do Maneca na estrada Barbante. Um forte vento me acompanhou pelo bairro Vila Nova, Distrito Industrial até eu chegar em casa. As sapatilhas estavam ensopadas e eu todo encharcado. Mas valeu, depois do banho fica a satisfação de ter feito o pedal com um amigo e também por chegar em casa inteiro. Só quero saber quem é que teve essa ideia. Abraços.


Confira minha pedalada no Garmin;

Confira minha pedalada no Strava: